VOLTAR AO TOPO
Editorial
HOME
EDITORIAL
Uma lei fundamental
Uma lei fundamental

EditorialEdição 71231/05/2017

Os problemas políticos, institucionais e econômicos do Brasil estão prestes a serem solucionados, se o presidente Michel Temer sancionar nos próximos dias uma lei fundamental aprovada na última segunda-feira pelo Senado Federal. A crise política vai acabar, a economia vai crescer mais de 10% neste ano, segundo os especialistas que tiveram acesso ao projeto aprovado pelo Senado e o país vai entrar em 2018 com o desemprego zerado. Michel Temer, sancionando a Lei, não terá concorrentes para sua reeleição no ano que vem, já que sua popularidade superará a de Jesus Cristo. Trata-se da lei que altera o nome do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para Aeroporto Internacional de São Paulo/Congonhas – deputado Freitas Nobre. Isso mesmo. Com tudo o que está acontecendo no país, com tanto projeto realmente importante aguardando discussão (discussão séria e não palhaçada) no Congresso Nacional, Senado inclusive, os nobres (perdão o trocadilho com o nome do homenageado) senhores e senhoras da Casa Alta do nosso Parlamento, preocuparam-se em votar um projeto que altera o nome de um aeroporto, aliás, conhecido em todo o mundo, apenas, por Aeroporto de Congonhas e pronto, assim como o Tom Jobim, no Rio de Janeiro, continuou conhecido como Galeão, o Tancredo Neves em Belo Horizonte, como Confins, o Franco Montoro em São Paulo, como Guarulhos e o antigo 2 de julho, hoje Luis Eduardo Magalhães, em Salvador, como aeroporto de Salvador, para não falarmos do de Brasília que é conhecido pelo nome da capital federal, e ninguém chama de Juscelino Kubitscheck. Sem questionarmos se o falecido deputado Freitas Nobre merece ou não homenagens, e certamente as merece, ficar se preocupando em dar nomes ou, pior, trocar de nomes ruas e praças é coisa de vereadorzinho do interior – alias, não apenas do interior. Se aos vereadores já se critica o fato de preocuparem-se com essas questiúnculas, imagine-se o que pensar de senadores e deputados. Mas a boa notícia está dada, senhores: o país finalmente salvou-se da chafurdação na lama da corrupção, do desemprego, da recessão, porque foi aprovada a lei que denomina Freitas Nobre o aeroporto de Congonhas. Somente não se salvou da pouca vergonha que passou ao generalizar nosso Congresso Nacional.


DEIXE SUA OPINIÃO







Seu comentário estará sujeito à análise

COMENTÁRIOS (0)



Desenvolvido por Traço Leal Créditos

Jornal Itajubá Notícias R. Dr. Américo de Oliveira, 241 | Centro | Itajubá - MG | CEP 37500-061