VOLTAR AO TOPO
Editorial
HOME
EDITORIAL
Uma imagem que tudo diz
Uma imagem que tudo diz

EditorialEdição 74013/12/2017


Um antigo ditado popular diz que uma imagem vale por mil palavras. Duas das fotos de capa da última edição do Itajubá Notícias confirma o ditado: numa delas, antes do retorno da Zona Azul, a Av. Cel. Carneiro Júnior com seus estacionamentos totalmente tomados ao longo de toda a sua extensão; na outra, após o retorno da cobrança do estacionamento rotativo, parecendo um domingo após o horário do almoço, praticamente sem nenhum veículo estacionado, embora fosse um dia útil de semana comum. As fotos do ‘antes’ e do ‘depois’ da Zona Azul, demonstram, que como mil palavras parecem não conseguir demonstrar, que o itajubense – aliás, o brasileiro – somente sente a necessidade de mudar seus hábitos, mesmo os ruins, quando lhe pesam no bolso. Pagar uma pequena taxa para estacionar seu veículo quando vai ao centro da cidade poderia pouco significar, mas o simples fato de se pagar por algo que quase sempre fora ‘de graça’ nos faz preferir deixar o carro em casa ou, no mínimo, estacioná-lo um pouco mais distante do centro e caminhar até ele, o que, diga-se, é saudável. Pagar para estacionar em plena rua, sem nenhum benefício adicional como uma cobertura, por exemplo, e apenas para que não tenhamos que dar uns passos a mais até onde pretendemos ir, não apetece a quase nenhum de nós. É possível que, como em outras cidades de porte médio ou grande, acabemos nos acostumando com a cobrança – se a Zona Azul, de fato, sobreviver ao tempo e não ficar no vai e volta como nos últimos anos – e voltemos a entupir nossas principais ruas e avenidas com nossos carros, sem necessidade. Ideal, por outro lado, seria que nos acostumássemos a caminhar um pouco mais, poupando o centro da cidade da poluição, trazendo mais segurança a pedestres e ciclistas, beneficiando a saúde nossa e dos outros e, de quebra, economizando uns trocados que nos possibilitem substituir o pagamento da taxa da Zona Azul, por um belo sorvete no verão, e deixando as vagas de estacionamento ao longo dessas ruas e avenidas para quem, de fato, precisar usá-las de vez em quando, que, como vimos na foto do ‘depois’ daquela capa, não são muitos.


DEIXE SUA OPINIÃO







Seu comentário estará sujeito à análise

COMENTÁRIOS (0)



Desenvolvido por Traço Leal Créditos

Jornal Itajubá Notícias R. Dr. Américo de Oliveira, 241 | Centro | Itajubá - MG | CEP 37500-061